Golpe usa mensagem de voz no WhatsApp para roubar dados


     Share11


A Karspersky Lab descobriu um novo golpe que utiliza o WhatsApp para roubar informações dos usuários. De acordo com a empresa, a vítima recebe por e-mail uma mensagem com o remetente “Web Whatsapp” e o título “[Nome de usuário] enviou uma mensagem de áudio (3284)”.

Reprodução

Ao abrir a mensagem, o usuário visualiza o logo do app e um player para escutar a mensagem de voz recebida. Na verdade, o e-mail se trata de um trojan bancário que é instalado no Windows caso clique no link.

A Karspersky alerta que não há recurso de mensagens de voz no WhatsApp Web e que não é preciso adicionar o endereço de e-mail nas etapas da instalação do aplicativo. A recomendação da empresa é deletar imediatamente mensagens de origem duvidosa.

Anúncios

Confira os requisitos mínimos para Mortal Kombat X no PC

Mortal-Kombat-X-11Jun2014-08

Por Vinicius Karasinski
04 fev 2015 – 10h 57

Ansioso para jogar Mortal Kombat X no PC? O game já está em pré-venda no Steam e, se você quiser, pode reservar a sua cópia do jogo com antecedência.

Mas será que Mortal Kombat X vai rodar no meu PC?

A página do jogo no Steam também conta com a lista de requisitos mínimos e recomendados para o jogo. Então, aproveite para conferir a lista de requisitos para o jogo e veja se a sua máquina é capaz de dar conta do recado.

A lista é relativamente modesta e mesmo os requisitos recomendados não são tão altos assim, veja:

Requisitos mínimos

SO: Windows Vista, 7, 8 – versão 64 bits;
Processador: Intel Core i5-750, 2.67 GHz | AMD Phenom II X4 965, 3.4 GHz;
Memoria: 3 GB RAM;
GPU: NVIDIA GeForce GTX 460 | AMD Radeon HD 5850;
DirectX: 11;
Network: Conexão de internet de banda larga;
Armazenamento: 25 GB livres.
Requisitos recomendados

SO: Windows Vista, 7, 8 – versão 64 bits;
Processador: Intel Core i7-3770, 3.4 GHz | AMD FX-8350, 4.0 GHz;
Memoria: 8 GB RAM;
GPU: NVIDIA GeForce GTX 660 | AMD Radeon HD 7950;
DirectX: 11;
Network: Conexão de internet de banda larga;
Armazenamento: 40 GB livres.
Conforme já falamos ontem, a página do Steam também lista o preço do jogo para a versão PC que foge um pouco do tradicional e está no mesmo patamar das versões para consoles: R$ 219,99 para o game e mais R$ 79,99 para o Kombat Pack, que vai garantir o acesso aos DLCs do jogo.

De acordo com o release oficial da WB Games que recebemos há alguns dias, o valor do jogo seria de R$ 99 para o PC. Contudo, sabemos que a empresa é responsável pela distribuição das cópias físicas do jogo no Brasil e não responde pela versão do Steam. Isso pode significar tanto que a cópia física será mais barata que a digital quanto que ambas custarão o mesmo preço.

fonte:http://www.baixakijogos.com.br/noticias/confira-requisitos-minimos-mortal-kombat-x-pc_803106.htm

Samsung apresenta Galaxy S6 edge do Homem de Ferro

     Share1

Depois de dar uma pequena indicação de que lançaria uma versão do Galaxy S6 edge com temática ligada ao Homem de Ferro, a Samsung resolveu mostrar de vez o aparelho.

Trata-se de uma edição com as cores e o logo do personagem da Marvel que acompanha uma caixa especial e um carregador sem fio no formato da fonte de energia que o Homem de Ferro carrega em seu peito.

Não foi informado quanto custará a novidade, mas a Samsung adiantou que ela só será lançada na Coreia do Sul (em 27 de maio), na China e em Hong Kong (em junho).

fonte:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/samsung-apresenta-galaxy-s6-edge-do-homem-de-ferro/48759

Veja tudo que o Google sabe sobre você

Veja tudo que o Google sabe sobre você

 

     Share72


Você sabe (ou deveria saber) que o Google monitora praticamente todos os seus passos na internet. O que nem todo mundo sabe é que é possível saber o que a empresa guarda sobre você e o quanto ela sabe ou deduziu sobre o seu perfil online, com base no seu comportamento.

Abaixo estão alguns links que permitirão ter um entendimento maior sobre o que o Google pensa sobre você:

O que o Google pensa sobre você
O Google usa as informações que tem sobre o usuário para oferecer anúncios direcionados para o seu perfil. Para isso, ele o encaixa em diferentes categorias de gostos. Você pode descobrir em quais categorias você se encaixa no link abaixo.

http://www.google.com/settings/ads/

Basta rolar a página até encontrar a opção de Interesses. Clicando em Editar, você consegue descobrir quais são as categorias em que você se encaixa. Mas fica o aviso: muitas delas estarão erradas.

Seu histórico de localização
Uma das coisas mais assustadoras que o Google faz é manter um registro detalhado de sua localização. Isso acontece quando você tem um smartphone e permite que a empresa tenha acesso a este tipo de informação para melhorar serviços como o Google Now. Ou seja: isso é opcional.

Mas isso não torna a ferramenta menos assustadora. Você pode ver as informações que a empresa tem sobre sua localização no link abaixo.

https://maps.google.com/locationhistory

Na lateral, você tem a opção de Excluir todo o histórico, se você preferir que o Google não guarde estas informações sobre você.

Tudo o que você já pesquisou
Para desespero de muitos, o Google também registra tudo o que você pesquisa com dados detalhados sobre quais sites você mais acessou a partir das buscas realizadas no site abaixo:

https://www.google.com/history/

Também é interessante observar que se você tem o hábito de realizar pesquisas por voz, seja pelo desktop, seja pelo celular, você também tem seu histórico de buscas guardado, com direito a uma gravação da sua voz fazendo a pesquisa. Você pode conferir aqui:

https://history.google.com/history/audio?hl=pt-BR
Seu histórico no YouTube
Para recomendar novos vídeos, o YouTube guarda informações sobre o que você procura e o que você de fato assiste no serviço. Para conferir seu histórico de busca, você pode acessar o link abaixo:

https://www.youtube.com/feed/history/search_history

Se você quiser ver tudo o que você já assistiu no serviço, o link está logo a seguir:

https://www.youtube.com/feed/history

fonte:http://olhardigital.uol.com.br/noticia/veja-tudo-que-o-google-sabe-sobre-voce/48616

Atividade Extra Project – (2pts Extra) – Prazo 2 Aulas

Criar um projeto tema Livre que contenha :

Ao menos 10 Tarefas e 5 Sub Tarefas

Ao menos 15 recursos distribuídos entre entre trabalho , material e custo;

Faça as associações dos recursos nas tarefas e Sub Tarefas adequadamente

Atualize o andamento das tarefas

Visualize o seu Projeto nos modos Gráfico Ghant , Ghant de Controle e Diagrama de Rede

Visualize as estatísticas do seu projeto e observe o Total Gasto e o Restante

Crie os Gráficos

Trabalho de Orçamento e Fluxo de Caixa

Valor Acumulado no Relatório de Horas

Crie os Relatórios (Serão visualizados no momento da avaliação do professor)

Fluxo de Caixa

Quem faz o Que

Recursos Super Alocados

Visualize o Projeto no modo Gráfico de Ghant e solicite o professor para avaliar seu projeto

Você sabe desligar seu computador ?

Saudações leitores! Recentemente escrevi um artigo sobre como ligar o computador remotamente, nesta estarei mostrando formas de desligar um computador. Espere um momento… isso todo mundo já sabe fazer! Em partes, ou posso dizer, não sabem o que realmente deveriam saber, acredite ou não ainda existem pessoas que insistem em desligar o computador de forma errada.

Aqui estou me baseando em sistema operacional Windows 7 (desculpem usuários Linux e Mac OS). Agora vem a pergunta: você sabe desligar o computador corretamente? Provavelmente o que vou dizer agora é óbvio, qualquer pessoa consegue desligar o computador (até uma criança), botão Iniciar, opção “Desligar”. Se você já faz isso no seu dia-a-dia parabéns, seu computador e seus dados agradecem! Porém, sempre existe o usuário impaciente que desliga o computador fazendo uma das seguintes formas:

  • desligar diretamente puxando o plug da tomada (essa é a pior)
  • desligar diretamente pelo filtro de linha, estabilizador ou no-break
  • manter pressionado o botão de desligar do gabinete até que a máquina desligue

Essas três formas são consideradas atitudes “kamikaze” (pra não dizer outra coisa), ou seja, você praticamente está “pedindo para perder seus dados de alguma forma” e ferrar seu computador. Se há uma interrupção no fornecimento de energia ai não tem jeito, só mesmo um no-break nessas horas para sanar o problema. Tirando isso, as duas primeiras formas simulam a interrupção de energia de modo forçado, já a terceira tem uma observação. Você sabia que, no Windows 7, se você pressionar o botão liga/desliga do gabinete 1 vez com o Windows ligado não necessariamente sua máquina irá desligar? Isto porque no Windows 7 é possível configurar o que acontece quando você aperta o botão de desligar do gabinete, você pode optar por realmente desligar a máquina (opção padrão Windows) ou suspender (ele joga todo o conteúdo aberto e armazena na memória RAM e os demais dispositivos são praticamente desligados, esse recurso é conhecido como STR – Suspend To RAM, quando o computador “acorda” todos os dispositivos são religados e o conteúdo da RAM retorna para seu local de origem, agilizando a carga do sistema). Entretanto, quando você aperta o botão liga/desliga do gabinete e mantém pressionado por aproximadamente 2 segundos você estará forçando sua fonte a desarmar, característica peculiar de toda fonte padrão ATX. Se neste exato momento você tem arquivos não salvo você perderá todo o conteúdo.

Resumindo, forçar o desligamento do computador com o Windows ligado não é legal, você pode perder ou até mesmo corromper um arquivo. Corromper arquivo? Sim, totalmente possível. Para você entender o por quê disso você deve saber o que acontece por “trás dos bastidores” quando o Windows está em operação.

Entendendo por que você não pode desligar seu computador da forma errada

Todos sabemos que ao abrir uma janela (programa) o mesmo está sendo executado na memória, tanto que podemos notar a presença do botão do programa na barra de tarefas. Se fecharmos esta janela ela sai da memória e por consequência da barra de tarefas, isso quer dizer que não existe mais nenhum programa utilizando a memória correto? Errado! O que acontece é que existem vários programas do próprio Windows que executam de forma oculta, sem você perceber. Tais programas são formados por bibliotecas de vínculo dinâmico (ou mais conhecido como arquivos DLL), drivers de dispositivos (video, som, rede etc), processos do sistema (programas que rodam em segundo plano para que outros programas funcionem adequadamente, como por exemplo o próprio Windows Explorer), serviços e até um vírus de computador (se estiver infectado por um).

Então, na realidade por mais que você não abra nenhum programa ao iniciar o Windows ele por si só já carregou dezenas de programas sem você pedir, sacanagem!  😆 Se quiser comprovar o que estou falando faça o seguinte: pressione as teclas CTRL+SHIFT+ESC, com isso vai abrir o Gerenciador de Tarefas do Windows, repare principalmente as guias Processos e Serviços.

task_management

Na minha tela eu tenho 51 processos rodando (sem contar os serviços), repare na lista que cada um consome uma parte da memória RAM. Agora você sabe porque algumas máquinas mais antigas o Windows fica mais pesado ao ser executado (mesmo não abrindo nada), imagine então a cena de um computador usando o Windows Vista com apenas 1 GB de RAM ou menos, dói só de pensar! Viu só, então a culpa não é necessariamente do hardware, mas do software que tem um papel importante no desempenho da máquina.

Concluindo o raciocínio, entre esses programas rodando em segundo plano o que acontece então quando você força o desligamento do computador?BINGO! Você descarta o conteúdo da memória RAM de forma prematura, pior ainda se algum programa no exato momento está executando um processo de gravação em disco, é ai que o dado é corrompido porque ele não consegue gravar todo o dado, só parte dele.

Outro ponto negativo é o que acontece com seu HD quando você desliga de forma súbita. Quando a máquina está ligada seu HD está em constante funcionamento. Quando você desliga o computador de forma corretareparou que existe uma certa demora para desligar? Por que o Windows não desliga instantaneamente ao clicar no botão de desligar? Isto porque durante o processo de desligamento o Windows deve primeiro encerrar todos os programas e processos que estão na memória, depois se um dado estiver em memória cache os mesmo deverão ser gravados em disco. Todo processo de gravação em disco (HD) é mais demorado, pois trata-se de um processo mecânico. Depois de gravado, é enviado um sinal à controladora de disco para que a cabeça de leitura do HD seja recolhida para uma área segura, onde os dados não são gravados e pode “cair” sem problemas, chamado de Land Zone. Em seguida, é enviado um sinal para sua fonte desarmar e finalmente desligar o computador por completo.

Quando você desliga o computador de forma súbita o que acontece com seu HD? Você perde todos os dados da RAM e também o conteúdo da memória cache, além disso o processo de Land Zone não é executado, ou seja, a cabeça de leitura acaba “caindo” na área onde os dados são gravados podendo prejudicar a mídia, é ai que começa os problemas de erros no HD, como bad block e setores defeituosos.

Formas corretas de desligar a máquina

  • Iniciar, botão Desligar – é a forma mais simples de fazer, espere o Windows concluir todo o processo de desligamento, tenha paciência e relaxe, principalmente quando ele mostrar uma mensagem explícita para não desligar a máquina!
  • Apertar 1 vez no botão liga/desliga do gabinete – quando você faz isso o Windows vai agir de acordo com a configuração atribuída a função do botão do gabinete. Você pode checar entrando no Painel de Controle, Opções de Energia, link “Escolher a função do botão de energia”.

opcoes_energia

Na caixa de seleção escolha a opção “Desligar“. Com isso o Windows vai encerrar todos os programas que estão sendo executados e gravar os dados em cache no HD para depois desarmar a fonte.

opcoes_energia2

  • Pressionando CTRL+ALT+DEL – quando você pressiona essas teclas simultâneamente é aberto a tela inicial de carregamento do Windows onde você pode clicar no botão de desligar que fica localizado no canto inferior direito da tela.

Observação: nas versões antigas do Windows, como Windows 98 e anteriores, o uso do segundo método não é recomendado já que o sistema não foi projetado para isso.

Programando o Windows para ser desligado automaticamente

Vamos dizer que você queira desligar o computador automaticamente, isso é possível? Sim, aliás pode até agendar. Aqui vou mostrar duas formas de fazer isso:

Shutdown

Shutdown é um programa que vem junto com o Windows que roda através da linha de comando. Para usá-lo você deve acessar o prompt de comando, tecle Windows+R e digite CMD e tecle ENTER.

cmd1

Aqui você pode optar em digitar o comando via CMD ou abrir o modo interativo. Se optar pelo comando deverá utilizar os parâmetros. Por exemplo, se quiser programar para desligar a máquina dentro de 30 segundos ficaria assim:

cmd2

O parâmetro /S diz para desligar a máquina (shutdown) e /T especifica o tempo em segundos em que a máquina será desligada. Existem ainda outros parâmetros que você pode utilizar, se quiser dar uma fuçada digite SHUTDOWN /? para saber o que faz cada parâmetro.

Em modo interativo você deve digitar SHUTDOWN /I, surgirá uma janela como esta:

cmd3

Aqui é necessário você adicionar qual o nome da máquina quer desligar, se quiser a própria máquina tecleWindows+Pause e memorize o nome da máquina, feche e clique em Adicionar, digite o nome memorizado e clique em OK. Se quiser que a máquina desligue em 30 segundos deixe como está. Na opção escolha o motivo pela qual o computador será desligado e também preencha o comentário documentando os detalhes, esse texto será mostrado numa caixa de diálogo alertando o usuário. Clique em OK e aguarde a máquina ser desligada. Como você pode ter notado é possível desligar não somente a sua máquina como também outras máquinas ligadas em rede de forma remota, mas calma não se empolgue tanto. Para isso dar certo você precisa ter privilégios administrativos bem como ter o nome de acesso e senha de cada usuário, se outras máquinas não tem senha de usuário então esquece, não vai funcionar.

Airytec Switch Off

Se você gostou do que o Shutdown pode fazer então vai amar esse programa! O Airyrec Switch Off pode ser baixado na internet no site do desenvolvedor: http://www.airytec.com/en/switch-off/get.aspx

O programa é gratuito, super pequeno (240KB na versão full), instala de acordo com a plataforma do sistema operacional, ou seja, 32 bits (x86) ou 64 bits (x64). Nativamente não está em português, porém pode ser baixado um “language pack” em português do Brasil para traduzir o software.

Se você quer traduzir o programinha assim que você instalar execute-o pelo menu Iniciar, um pequeno ícone será mostrado na área de notificação do Windows (system tray). Clique com o botão direito sobre esse ícone e escolha “Options…“.

sw1

Na guia General repare que a caixa “Language” está apenas com “English (United States)”, clique no link “Download more” e escolha o idioma desejado clicando no link da página.Você precisa estar conectado na internet para que ele abra o site do desenvolvedor.

sw2

Esse arquivo baixado você deve jogá-lo dentro da pasta de instalação do Airyrtec, na pasta C:\Program Files\Airytec\Switch Off\lng.

Encerre o programa clicando com o botão direito sobre o ícone na área de notificação e escolha a opção “Exit“.

sw3

Execute novamente o Airytec Switch Off pelo Menu Iniciar do Windows. Clique com o botão direito no ícone da área de notificação e mais uma vez entre em “Options…”. Agora na caixa “Language” escolha o português e clique em OK. Pronto, seu programa está totalmente traduzido.

Apesar do Airytec Switch Off ser um programa bem pequeno ele é bem poderoso, você não apenas consegue desligar a máquina mas também reiniciá-la, deixar em modo de hibernação, travar a sessão do usuário ou fazer um Logoff, tudo isso de maneira agendada. Como nosso foco é sobre desligar a máquina então vou mostrar o que você pode fazer com esta ferramenta.

Com o programa já carregado clique com o botão esquerdo do mouse sobre o ícone do Airytec Switch Off na área de notificação. Uma pequena janela será mostrada. Na caixa selecionar (Select Schedule) você escolhe oagendamento, ou seja, em qual evento será disparado a ação, você pode escolher um dos seguintes eventos:

sw5

Diariamente (Daily) – diz ao programa executar a ação todos os dias na hora especificada

sw6

Semanalmente (Weekly) – diz ao programa executar a ação no(s) dia(s) da semana e hora especificados

sw7

Uma vez (Once) – diz ao programa executar a ação somente única vez na data e hora especificada

sw8

Contador (Countdown) – especifica o tempo em que a ação será executada numa contagem regressiva, tem a mesma função do parâmetro /T do comando SHUTDOWN.

sw4

Sem atividade no computador (No computer activity) – executa a ação somente se o computador estiver sem atividade, você estipula o tempo de inatividade e a porcentagem de uso do processador

sw9

Sem atividade do usuário (No user activity) – executa a ação somente se o usuário não fazer nenhuma atividade com o computador no tempo especificado

sw10

No logon (At logon) – executa a ação assim que fazer o logon no Windows

sw11

Quando ligar (at Startup) – executa a ação assim que o sistema operacional for inicializado.

sw12

Como você reparou todos os métodos de agendamento você pode alterar a ação mediante a caixa “Selecione a ação” (Select action), ou seja, é aqui que você define o que acontece com a máquina quando o evento é disparado. As opções são: Shutdown (desligar), Restart (reiniciar), Logoff (deslogar), Sleep (dormir), Lock(travar), Close dial-up VPN (fechar rede dial-up VPN) e Predefined Script (Scripts pré-configurados).

A caixa “Force applications to close” (Fechar a aplicação forçadamente) quando marcada faz a mesma coisa que o parâmetro /F do comando SHUTDOWN, ele encerra qualquer programa que estiver sendo executado sem a intervenção do usuário, esta opção só está disponível para as ações de desligar, reiniciar e logoff.

A caixa “Warn me before executing action” (Avise me antes de executar a ação) se estiver marcada será mostrado uma janela de diálogo avisando que a máquina será submetida a ação programada, se desmarcada executa a ação de modo silencioso.

A opção “Run only when current user is logged on” (Execute somente quando o usuário atual estiver logado)diz ao programa executar a tarefa agendada somente se o criador do agendamento estiver logado. A opção“Run whether users are logged on or not” (Execute se houverem usuários logados ou não) diz ao programa executar a tarefa agendada independente se tem ou não usuário logado.

Finalmente a caixa “Run each time Windows starts” (Executar sempre que o Windows for iniciado) quando marcada carrega o programa assim que o Windows for iniciado.

Muito bacana não é? Com esse programa você não tem mais desculpas de esquecer o computador ligado, você programa quando o computador será desligado e pronto! Agora a parte negativa, apesar das maravilhas que esse programa oferece existem algumas falhas, como por exemplo, na tradução para o nosso português, o botão “Abilitar tarefa” faltando o “H” e algumas opções faltando acentuação, mas o pior não é isso! No meio de minhas experiências com este programa encontrei um bug. Eu tinha programado a máquina desligar diariamente sempre às 23:30, até ai tudo bem. O Windows estava com aquela opção de ajustar automaticamente o relógio para o horário de verão, no dia que o horário de verão entrou em vigor a hora foi adiantada como era de se esperar, porém no agendamento da hora do Airytec Switch Off também, ou seja, automaticamente foi ajustado para desligar a máquina às 00:30 e não 23:30. Quando o horário de verão acabar o Windows atrasa o relógio em 1 hora e por consequência no Airytec também. Resumindo, o correto é o Windows acertar as horas no horário de verão sem afetar as configurações do Airytec Switch Off, este bug ainda não foi corrigido infelizmente. Para sanar meu problema eu desativei a função de ajuste do horário de verão no Windows e deixei ativado a função de sincronizar a data e hora através de um provedor de horário da internet. Tirando este problema, dou uma nota 9 para o Airytec Switch Off por todos os recursos que ele oferece, e o melhor, gratuito.

Desligando a máquina remotamente

Para fechar este artigo com “chave de ouro” vou mostrar uma forma de como desligar a máquina remotamente, ou seja, sem você estar nela. Você poderia usar muito bem qualquer programa de acesso remoto, como o Team Viewer, é fácil e funciona. Porém, usando o TeamViewer você precisa da autorização da pessoa que está do outro lado para poder acessar remotamente. No nosso caso vamos fazer um pouco diferente, vou utilizar  um programa muito semelhante ao SHUTDOWN do Windows para desligar qualquer máquina ligada na mesma rede que estamos, ou seja, só vai funcionar em rede local.

Existe uma ferramenta chamada PSSHUTDOWN, este programa vem junto em um pacote chamado PSTOOLS, desenvolvida pela Microsoft. O programa é gratuito e pode ser baixado neste link:https://download.sysinternals.com/files/PSTools.zip

Basta baixar e descompactar, não é necessário instalação, pode ser executado diretamente pela linha de comando. Acesse o CMD e localize a pasta onde se encontra o PSSHUTDOWN (aqui você precisa de algum conhecimento em comandos do DOS para conseguir abrir a pasta). Chegando lá a sintaxe do comandoPSSHUTDOWN é bem parecida com o SHUTDOWN do Windows, a diferença que o PSSHUTDOWN tem mais recursos.

Para exemplificar seu uso vamos considerar uma máquina remota, o nome dela é “X”. Esta máquina tem um usuário com senha (usuário “Teste” e senha “123”). O grande segredo aqui é a máquina remota ter um usuário com senha, sem isso é impossível controlar a máquina remotamente porque precisamos das credenciais deste usuário. Atendendo os requisitos, no prompt de comando podemos digitar o comando da seguinte forma:

psshutdown

Onde -F força o encerramento dos programas sem a intervenção do usuário, -K desliga o computador, -T 10 diz para desligar a máquina em 10 segundos, -U Teste define o nome de usuário como “Teste”, -P 123 define a senha do usuário como “123” e \\X define o nome da máquina remota como “X” a ser desligada.

Aí vai uma lista de erros comuns no Windows

Stop 0x0000000A ou
IRQL_NOT_LESS_OR_EQUAL

A mensagem de erro indica que um processo da kernel(núcleo do sistema) ou um driver tentou acessar uma parte da memória que
ele não tem permissão ou era um nível muito alto dos pedidos de interrupção do kernel (IRQL). Este tipo de erro ocorre geralmente por problemas de incompatibilidade de software e hardware ou por um erro não especificado de acesso.

Stop 0x0000001E ou
KMODE_EXCEPTION_NOT_HANDLED

A mensagem de erro detectou uma instrução ilegal ou não reconhecida do processador. Este problema tem causas similares ao 0xA. Normalmente o Windows XP Professional intercepta este erro.

Stop 0x00000024 ou NTFS_FILE_SYSTEM

A mensagem de erro indica um problema com o arquivo Ntfs.sys. Este arquivo é o driver para ler e escrever nas partições NTFS do HD.
Existe uma mensagem de erro similar 0x23 para as partições FAT16/32.

Stop 0x0000002E ou DATA_BUS_ERROR

A mensagem de erro indica um erro
de paridade da memória do sistema. A causa deste erro é normalmente uma memória defeituosa ou falha na mesma (incluindo cache de nível 2, memória de vídeo e memória RAM). Pode ser por memória incompatível ou quando um processo tenta acessar o endereço 0x8xxxxxxx e o mesmo não corresponde a um endereço físico. Este erro também pode indicar um HD defeituoso ou danificado por vírus ou outros motivos.

Stop 0x0000003F ou
NO_MORE_SYSTEM_PTES

Este erro pode indicar alguns desses problemas:
As PTEs (Page Table Entries – “Tabelas de
entrada de dados na RAM”) estão danificadas ou fragmentadas devido ao alto numero de entradas e saídas de dados no sistema.
Uma falha de driver está gerenciando a memória de forma incorreta um aplicativo (por exemplo, um serviço de backup) está alocando um espaço muito grande na memória no kernel.

Stop 0x00000050 ou
PAGE_FAULT_IN_NONPAGED_AREA

Esta mensagem de erro, indica que o sistema não encontrou o dado solicitado no endereço de referencia da memória. Memórias defeituosas (incluindo Cache L2, vídeo e RAM) e programasANTIVÍRUS e de controle remoto podem causar esse erro de parada.

Stop 0x00000077 ou
KERNEL_STACK_INPAGE_ERROR

Esta mensagem de erro indica que o arquivo solicitado não se encontra ou não pode ser lido na memória de paginação (Swap –
arquivo de troca do Windows). Este erro pode ser causado por uma falha no HD ou uma infecção de vírus.

Stop 0x00000079 ou MISMATCHED_HAL

Esta mensagem ocorre quando a estrutura de hardware do sistema é incompatível com o kernel do sistema. Isso pode ocorrer quando as configurações da BIOS são alteradas.
Por exemplo: Se você instala o Windows XP em um sistema baseado e x86 com as configurações de firmware ACPI ligadas e depois você resolve desligar, este erro ocorre pelo conflito dos arquivos de sistema mono ou biprocessado que foram instalados no sistema.

Stop 0x0000007B ou
INACCESSIBLE_BOOT_DEVICE

A mensagem de erro indica que o Windows XP perdeu o acesso a uma partição ou unidade de boot durante o processo de inicialização. Instalar um driver de dispositivo incorreto de armazenamento de dados ou fazer um upgrade em algum dispositivo deste pode causar este erro. Este erro também pode acusar uma infecção de vírus.

Stop 0x0000007F ou
UNEXPECTED_KERNEL_MODE_TRAP

A mensagem de erro indica que pode:
Ter havido erro de software/hardware ou uma condição que o kernel não foi projetado para interceptar

Stop 0x0000009F ou
DRIVER_POWER_STATE_FAILURE

Esta mensagem de erro indica que um driver está inconsistente ou em um estado inválido.

Stop 0xBE ou
ATTEMPTED_WRITE_TO_READONLY_MEMORY

Esta mensagem de erro indica que um driver tentou gravar em um trecho de somente leitura da memória.

Stop 0xC2 ou BAD_POOL_CALLER

Esta mensagem de erro indica que um processo de kernel ou um driver incorreto tento efetuar alguma dessas operações:
Alocar um pedaço da memória com tamanho de 0 bytes.
Alocar um pedaço da memória que não existe.
Liberar um pedaço da memória que já está
livre.
Liberar ou alocar dados em uma área de IRQL de nível mais alto.

Stop 0x000000CE ou
DRIVER_UNLOADED_WITHOUT_CANCELLING_PENDING_OPERATIONS

Este erro de memória acontece quando algum driver não termina de encerrar operações pendentes ao finalizar as operações.

Stop 0x000000D1 ou
DRIVER_IRQL_NOT_LESS_OR_EQUAL

Esta mensagem de erro indica que um driver tentou acessar uma área da memória pertencente a um IRQL de nível mais alto.
Normalmente ocorre por drivers com acessos incorretos.

Stop 0x000000D8 ou
DRIVER_USED_EXCESSIVE_PTES

O computador normalmente exibe essa mensagem quando ele estourou o limite das PTEs (citado acima) quando um driver exige uma quantidade de memória muito alta da kernel.

Stop 0x000000EA ou
THREAD_STUCK_IN_DEVICE_DRIVER

Um driver de dispositivo faz com que o sistema faça uma pausa indeterminada.
Normalmente este erro ocorre quando um driver de vídeo espera que o hardware entre em estado de espera. Isso pode indicar um problema no hardware de vídeo ou uma falha do driver.

Stop 0x000000ED ou
UNMOUNTABLE_BOOT_VOLUME

O sub-sistema de entrada e saída da Kernel tentou montar um dispositivo de Boot e não conseguiu. Este erro pode acontecer quando você esta tentando atualizar para XP para um sistema que possui um controlador ATA ou melhor, porém está com os cabos incorretos.
Em alguns casos, ele pode trabalhar normalmente após uma reinicialização.