ACCESS ou EXCEL eis a questão ;;;;;;

Conceitos , Fundamentos e Utilização do Access 2010

Imagem

Sem dúvidas todos sabem se não devem saber  que o Excel é o software mais utilizado pelas empresas para controles , cálculos estatísticos , financeiros , área de Logística e etc… , porém eu que sou usuário de ambos os softwares possuindo certificação Microsoft de ambos percebo que existe um pré-conceito dos usuários em utilizar o Access , este que acredito existir por falta de conhecimento técnico sobre o software.

Não é necessário conhecer  linguagens de programação , muito menos ser um especialista de banco dados para criar um sistema simples ou completo de gerenciamento de informações de um loja , escola , empresa e etc. utilizando o  Access

Por comodidade ou falta de conhecimento usuários optam por criar planilhas “gigantescas” no Excel , que sem utilização dos recursos de filtro , classificação , ou localizar fica difícil localizar , editar , uma informação  ou gerar um relatório , isto no Access seria bem mais fácil , através de consultas e relatórios que são criados automaticamente além das Macros que no Access  são criadas de uma forma muito mais simples que no Excel.

Hoje com a computação nas nuvens todo mundo quer utilizar sistemas On –Lline , o que concordo que o Access realmente não oferece estes recursos , especialistas também consideram o Access um banco de Dados inseguro , porém dependendo do tamanho da empresa e relevância dos dados  , não há necessidade do sistema ser  On-Line e as informações será que são tão confidenciais assim ?

Sou apaixonado pelo Excel , mas também pelo Access basta saber diferenciar o papel de cada um , a escolha errada na utilização de um software em uma organização gera número excessivo de funcionários , lentidão na execução de tarefas e falta de  exatidão nas informações ou seja prejuízo .

O Access também faz cálculos assim como o Excel , não cálculos avançados como ele mas operações básicas sim , e a vantagem é que o Sistema fica simples e fácil de ser utilizado por qualquer um , mesmo que não conheça o Access , no Excel não é bem assim .

Concluindo pense nisto e reflita se planilhas na sua empresa não poderiam estar dentro de um banco de Dados do Access..

Um forte abraço

 

Professor Rogério Barbosa

Anúncios

Teste Básico de Conhecimentos de Informática

Imagem(se você acertar ao menos 80% das perguntas básicas pode-se dizer que conhece o mínimo de informática se não procure um curso imediatamente..).

 

: Qual a diferença entre Informática e Computação

: Defina Software e Hardware

: Defina Periféricos de Entrada e Saída (Cite exemplos)

: Defina Sistema Operacional  (Exemplos)

: Defina Sistema Aplicativo (Exemplos)

: Defina Linguagem de Programação (Exemplos)

: Um arquivo de 720MB  pode ser copiado para um HD com 1200KB livres ?   Justifique

: Para que servem os programas :

: Paint

: Bloco de Notas

: Calculadora

: WordPad

: Para que Serve o Computador

: Para que Serve o Painel de Controle

: Cite o nome de 2 tipos de Anti Vírus

: Cite o nome de 2 tipos de Navegadores

: Resuma o seu conhecimento sobre Internet

O que é o ……Windows Essentials

 

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 
 
Título a ser usado para criar uma ligação interna é Windows Essentials.
Windows Essentials
Logo Windows Live Essentials-pt.PNG
   

Wave 5[editar]

Programas disponíveis no instalador do Windows Essentials
Aplicativos Versão atual Data da atualização Próxima versão
Windows Live Messenger v16.4.3505.912 27 de Setembro de 2012 Não disponível
Windows Live Mail v16.4.3505.0912 Não disponível
Windows Live Writer v16.4.3505.912 Não disponível
Galeria de Fotos v16.4.3505.912 Não disponível
Movie Maker v16.4.3505.0912 Não disponível
Windows Live Proteção para a Família v16.4.3505.0912 Não disponível
Outlook Connector Pack v14.0.6123.5001 4 de Julho de 2012 Não disponível
Microsoft SkyDrive v16.4.6013.0910 27 de Setembro de 2012 Não disponível

Descrição dos programas[editar]

Versão atual: 2012 (build 16.4.3505.912)

Windows Live Messenger 2012[editar]

Nesta versão o Messenger combina as mensagens instantâneas com as redes sociais, compartilhamento de fotos e vídeos enquanto conversa. Conversa com vídeo de alta definição ou enviar uma mensagem de vídeo para um amigo e atualizações de redes socias atualmente conectadas na conta do usuário.

Windows Live Mail 2012[editar]

O novo Windows Live Mail pode organizar tudo em apenas um lugar no PC. Possibilidade de adicionar várias contas de email, como o Hotmail, o Gmail e o Yahoo! Mail. Visualize seus emails, calendários e contatos quando não estiver conectado a Internet.

Windows Live Writer 2012[editar]

O Windows Live Writer permite que qualquer pessoa conte histórias como um blogueiro profissional com facilidade e rapidez. Possibilidade de criar lindas postagens de blogs e ver como elas ficarão online antes de publicá-las no blog desejado. Além disso, é possível publicar o blog em qualquer provedor de serviços de blog, como o WordPress, Blogger, LiveJournal entre outros.

Galeria de Fotos 2012[editar]

Nesta versão é possível importar fotos de uma câmera digital, organiza-las em álbuns e edita-las para que fiquem do jeito desejado. Use ferramentas de fotos avançadas para criar panorâmicas, filmes, apresentações de slides entre outras. Para compartilhar as fotos e os vídeos, publique-os em sites favoritos, como o Facebook e Flickr, tudo diretamente da Galeria de Fotos.

Movie Maker 2012[editar]

Com o Movie Maker, é possível transformar rapidamente fotos e vídeos em filmes sofisticados. Adicione efeitos especiais, transições, sons e legendas para ajudá-lo a contar sobre os seus acontecimentos. E o compartilhamento com os amigos e a família é fácil, quer seja pela Web, computador, TV, dispositivo móvel ou DVD. A gravação de DVD no Movie Maker depende do Criador de DVD do Windows, que somente está disponível nas edições Windows 7 (Home Premium, Professional, Enterprise e Ultimate) e no Windows Vista (Home Premium e Ultimate).

Proteção para Família 2012[editar]

Use os relatórios de atividades para monitorar as atividades com que as crianças utilizam o computador. Escolha sites, jogos e programas que eles possam acessar ou não. Defina os períodos em que poderão usar o computador. O programa oferece monitoramento contínuo mesmo sem um responsável por perto.

Outlook Connector Pack 2011[editar]

O Outlook Connector Pack faz parte do Windows Essentials e inclui o Microsoft Outlook Hotmail Connector e o Microsoft Outlook Social Connector Provider para Windows Live Messenger, de forma que a manter o usuário conectado ao Windows Live Hotmail e Messenger no Outlook (2010, 2007 e 2003).

Microsoft SkyDrive 2012[editar]

Com o SkyDrive, você sempre estará perto dos documentos, anotações, fotos e vídeos que são importantes. Armazene qualquer item no SkyDrive e ele estará disponível automaticamente para você em qualquer dispositivo, sem sincronização ou cabos.

Bill Gates diz que comando Ctrl+Alt+Del foi um erro

Bill Gates falou que atalho foi um erro  Foto: Getty Images
Bill Gates falou que atalho foi um erro 
Foto: Getty Images

Bill Gates, cofundador da Microsoft, finalmente admitiu que forçar os usuários a pressionarem as teclas Ctrl-Alt-Del ao mesmo tempo para que os usuários entrassem no Windows e reinciassem o computador  foi um erro. As informações são do The Verge.

 “Foi um erro”, disse Gates. ” Nós poderíamos ter tido um único botão, mas quem fez o design do teclado IBM não quis nos dar esse botão. “David Bradley, um engenheiro que trabalhou na IBM, inventou a combinação que foi originalmente projetada para reiniciar o PC. 

 O criador da combinação “Ctrl-Alt-Del”, David Bradley, da IBM, que foi responsável pela criação do primeiro PC da empresa disse que ele pode ter inventado, mas Gates foi quem a deixou famosa.

 Gates participava de uma conversa na Universidade de Harvard para uma campanha de arrecadação de fundos.

 O atalho foi originalmente concebido para reiniciar o computador. Atualmente, sobrevive no Windows 8 e tem a função de acessar a barra de ferramentas do gerenciador de tarefas. Nas versões mais antigas do Windows serve para fazer logon.

A Verdade sobre o formato MP3

MP3 no Século 21

A bomba atômica que espalhou o MP3 pelo mundo tem nome, e provavelmente ele já pipocou em sua cabeça várias vezes durante a leitura deste artigo. Trata-se do Napster, que até hoje é controverso, mas que foi o programa pioneiro no compartilhamento de música, assim como o primeiro a utilizar de tecnologia P2P (“peer-to-peer” ou “ponto-a-ponto”) para a distribuição e compartilhamento de MP3.

Shawn Fanning, criador do programa, não aguentava mais a dificuldade em encontrar músicas em MP3 e baixá-las. Fez o Napster e distribuiu cópias de teste para seus amigos. Mal sabia Fanning que seus amigos haviam adorado a ideia do programa e também o copiaram para outras pessoas, fazendo com que rapidamente ele estivesse presente nos computadores de milhares de pessoas ao redor do mundo.

Napster, o bum da década de 90

Certo dia, estava Lars Ulrich (baterista da banda Metallica) calmo e tranquilo, quando uma notícia por telefone o avisa que a música ainda não lançada “I Disappear” havia vazado e estava sendo baixada através do Napster. Foi aí que o Metallica entrou na liderança de uma briga que envolveria outros artistas e acabaria por fazer com que a rede Napster fosse desligada por força de decisão judicial. A rede Napster teve uma vida curta, iniciando suas atividades em 1999 e encerrando em 2001, depois de perder na justiça.

Em um programa de premiação musical de uma rede de televisão americana, Shawn Fanning foi convidado para apresentar um dos prêmios. Ironicamente, ele apareceu vestindo uma camiseta com o símbolo do Metallica e um boné com o símbolo do Napster. Como a batalha judicial ainda estava acontecendo, a atitude de Fanning arrancou risos da plateia e bufadas de ódio dos músicos do Metallica, que também estavam presentes no evento.

Depois de toda essa confusão, a empresa Napster foi vendida e até hoje distribui música MP3, porém cobrando por isso, como um serviço de música sob demanda, caminhando por certo tempo na contramão das tendências do compartilhamento de arquivos, que foi ampliado e diversificado. Após a “morte” da rede Napster, várias iniciativas criaram novas redes de compartilhamento, aumentando a gama de arquivos para qualquer um que o usuário quisesse.

Logomarca do Napster, usada até hoje.

Assim, a batalha, que a indústria fonográfica pensou ter ganhado, havia só começado. Cada vez mais redes e mais programas P2P foram lançados, permitindo o compartilhamento de qualquer coisa, mas principalmente de música, softwares e, recentemente, filmes, seriados e vídeos de qualquer natureza. Hoje, qualquer pessoa pode ter um filme inteiro ou uma discografia completa do artista preferido em um aparelho que cabe na palma da mão.

Quer saber quais são os atuais compartilhadores de arquivo mais legais?Clique aqui para ir para o nosso artigo de seleção de programas P2P.

Mas e o futuro?

Bem, não temos como saber o que acontecerá, mas podemos comentar o que achamos que pode acontecer e as tendências que o mercado está seguindo. Em nosso artigo sobre o MP3HD, falamos sobre a nova proposta de criação de um formato compactado, porém de alta definição. Em relação às tendências e mudanças, o MP3 está se transformando. Hoje, com as conexões à internet ficando cada vez mais baratas e acessíveis, a necessidade de fazer downloads está cada vez menos presente.

Em um futuro não muito distante, não será mais necessário ter suas músicas gravadas no seu disco rígido para que você possa ouvi-las. Bastará que seja feita conexão com os serviços online, como rádios no estilo Last.fm, para que você possa criar sua própria lista de reprodução e ouça sua músicas favoritas sem gastar nada de espaço em disco. Você poderia se perguntar: “mas, e os dispositivos móveis, como players portáteis, celulares e outras tranqueiras tecnológicas que podemos carregar conosco?”. Atualmente, tais equipamentos precisam de memória para armazenar música, mas isso mudará.

A tecnologia 3G veio para ficar

A tecnologia 3G está cada vez mais presente no mundo todo e recentemente desembarcou no Brasil. Muitas operadoras de celular já oferecem o serviço e muitos aparelhos com suporte já estão circulando no mercado a preços que caem dia a dia. Daqui a pouco tempo, você terá um dispositivo móvel no bolso, capaz de se conectar à internet via rede celular e reproduzir música sem fazer qualquer tipo de download. Usuários que possuem o iPhone, por exemplo, já podem transitar com seu aparelho assistindo a vídeos do YouTube.

Os usuários estão cada vez mais exigentes quando querem ouvir música enquanto usam o computador. Não é mais suficiente ter um programa capaz de tocar música, pois hoje, além disso, damos valor a outros aspectos, como visual, suporte a outros tipos de mídia, compatibilidade com dispositivos móveis e integração com a web. O Baixaki tem um artigo que faz uma seleção dos melhores tocadores de mídia e jukeboxes. Confira!

Portanto, o MP3 está convergindo para a internet, e não mais para a casa do usuário, seguindo os milhares de serviços de outras categorias, que já povoam a internet e a cada dia conquistam milhares de novos usuários. Exemplos são o próprio serviço de música online Last.fm, que é um dos maiores, o Yahoo! Music, e o YouTube, que já é capaz de transmitir vídeos em alta definição.

MP3 é uma mentira!

Calma. Não pense que o Baixaki está difamando o coitado do formato. Lembra que mencionamos um palavrão chamado “psicoacústica” em algum lugar lá em cima? Leia abaixo e saiba mais sobre isso e entenda como o MP3 funciona dentro de você.

Se você acha que pode ser enganado somente por publicidade mentirosa, governos corruptos ou mesmo charlatões com o único propósito de se aproveitar da sua boa vontade, é bom que reveja seus conceitos, pois o maior enganador que passará pela sua vida é o seu próprio cérebro. Desde o momento em que você levanta da cama, até a hora em que dorme novamente, e até mesmo durante o sono, o seu cérebro recebe, processa e interpreta milhões de informações.

MP3 enganando seu cérebroDito isso, devemos lembrar que boa parte dessas informações acaba se perdendo, sendo mal interpretada ou até modificada pelo cérebro. Ou seja, você pode receber a informação X através do seu aparelho auditivo e o seu cérebro estar retornando Y, fazendo com que você acredite ouvir sons que nunca foram produzidos, ou que foram emitidos de forma a enganar propositalmente a sua cabeça. Antes de pensar em processar o seu próprio cérebro por espalhar mentiras, saiba que se ele não fosse um enganador, sua vida não teria a menor graça.

Mas o que isso tem a ver com o MP3? Tudo! Daí o subtítulo que usamos acima. Quando uma música é recodificada e compactada para o formato MP3, o codec analisa todos os sinais do arquivo e tenta “juntar”, ou “ligar”, o máximo de informações que puder, para que o arquivo seja reduzido drasticamente. Como exemplo, pense em uma frase como “O ônibus sairá atrasado”. Repare que, se você falar em voz alta a expressão de exemplo, os começos e fins de palavras serão “grudados”, como se você mudasse a divisão silábica e simplesmente “comesse” as letras que se repetem.

Quando você compacta uma música para o formato MP3, o codificador tenta localizar semelhanças, mas não nas frases cantadas pelo vocalista — até porque existem músicas sem qualquer vocal. O programa conversor fará uma varredura para encontrar frequências parecidas e executará um processo semelhante ao do exemplo do parágrafo anterior, excluindo as frequências repetidas. Seu cérebro receberá o sinal já modificado e não notará que existia algo no meio daquelas “frases”, que não foi “pronunciado”. Portanto, quanto mais MP3 você ouvir, mais crescerá o nariz do seu cérebro.

Engenhocas que gostaríamos de ter

Novo iPod ShuffleOuvir música sentado na frente do computador rapidamente perdeu a graça. Hoje, queremos ter nossos artistas prediletos em aparelhos móveis, para ouvirmos enquanto estamos indo para a escola, trabalho, ou mesmo viajando. Nada melhor do que viajar à noite e colocar os fones de ouvido para que o trajeto pareça passar mais rápido. Em 2001, a Apple percebeu que a tendência era que as músicas dos usuários começassem a sair dos PCs e entrar nos bolsos. Surgia então o iPod, um acessório que rapidamente criou novas tendências e hoje é referência quando se fala em tocador de multimídia.

Os modelos do aparelho da Apple variam em tamanho e capacidade de armazenamento, o que pode agradar a todos os tipos de gostos e bolsos. Outras gigantes, como a Philips, também aderiram à moda e lançaram seus próprios aparelhos. Até mesmo as empresas que, no Brasil, costumamos chamar de “genéricas” ou “xing lings”, começaram a distribuir seus populares MP3 players. Algumas até geraram uma grande confusão, pois começaram a nomear os dispositivos dando sequência ao número 3, do MP3.

E falando em Apple, um lançamento recentíssimo da empresa e também muito legal é o novo iPod Shuffle, um minúsculo tocador, capaz de armazenar até 4 GB de música digital. Ele é tão pequeno que, se você não prendê-lo na roupa, a probabilidade de deixá-lo cair ou perdê-lo em algum lugar é grande.

MP-um-milhão

MP10Hoje, se você procurar bem, poderá encontrar equipamentos com o nome MP10 no mercado. As empresas perceberam que as pessoas estavam chamando os MP3 players simplesmente de MP3 e se aproveitaram disso para criar equipamentos com suporte a televisão, rádio, vídeos, jogos e até algumas inutilidades, para nomear dispositivos. Portanto, cuidado: o formato de música mais utilizado atualmente é o MP3. Ter um player que se chama MP10, não quer dizer que você está pronto para executar o formato MP10, caso um dia ele venha a existir. Clique aqui para ir para o artigo que fala um pouco mais sobre isso.

Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/player-de-audio/2106-a-historia-do-mp3.htm#ixzz2g1p1RlCaImagem

iPhone pode ser recarregado usando fogo ou força da mão

Image

 

Dois carregadores de iPhone se propõem a garantir bateria para o telefone da Apple sem que o usuário precise usar energia elétrica. Um deles usa um dínamo, como lanternas de acampamento, e a força da mão, enquanto o outro tem no calor do fogo a fonte de energia. As informações são do Daily Mail e do TechCrunch.

 

A capa de iPhone Mipwr Dynamo oferece uma alavanca escondida, que o usuário aperta repetidas vezes, fazendo girar um dínamo que produz energia para recarregar o telefone. Os inventores do estado americano de Illinois dizem que a cada minuto de movimento, o gadget gera 30 segundos de conversação.

 

O case também tem capacidade de armazenar a carga e funcionar como uma bateria extra, para mais duas horas de conversação. A energia gerada com o dínamo é de indução eletromagnética, explica o vídeo do projeto no Kickstarter, onde a startup tenta levantar US$ 78 mil para a produção em escala.

 

O Mipwr Dynamo oferece, ainda, uma entrada mini-USB para carregar com energia elétrica, que funciona tanta para a bateria extra de 400 mA do case quanto para o iPhone, simultaneamente. O produto funciona com iPhones 4, 4S, 5 e 5S e deve ser vendido a US$ 25.

 

No fogo
O FlameStower usa a energia do calor do fogo para gerar carga para o iPhone, e também espera financiamento coletivo no Kickstarter – um total de US$ 15 mil – para garantir a produção industrial do gadget. O preço ao consumidor seria de US$ 80, mas quem ajudar no financiamento pode levar o aparelho por US$ 70.